Arqueólogos confirmam que Torre de Babel foi construída com betume, tal como afirma a Bíblia.

Zigurate era uma espécie de templo construído pelos assírios, babilônios e sumérios, povos da Antiga Mesopotâmia. Esta construção tinha o formato de uma pirâmide, porém com a presença de espécies de degraus.

Os zigurates possuíam de 3 a 6 andares. Eram construídos de pedra ou de tijolos cozidos ao Sol. A entrada era feita através do topo do templo, sendo que o acesso ocorria através de uma rampa espiralada, construída nas paredes externas.

Sua função religiosa era muito importante, pois os antigos mesopotâmicos acreditavam que os zigurates serviam de morada para os deuses. Através destas construções, acreditavam que os deuses estariam mais perto da sociedade. Logo, somente os sacerdotes poderiam acessar as partes internas do zigurate.

O maior e mais notável, como também o mais conhecido zigurate foi a Torre de Babel, relatado na bíblia, no livro de Genesis, no capítulo 11, dos versículos 1 ao 9. Supostamente, a localização da Torre de Babel seria entre os rios Tigre e Eufrates, na Mesopotâmia.  De acordo com a narrativa bíblica a torre teria sido construída pelos descendentes de Noé, na época em que o mundo inteiro falava apenas uma língua.

A soberba dos homens em se empenharem na empreitada de alcançar o mundo dos deuses teria causado a fúria de Deus, que, em forma de castigo, teria causado uma grande ventania para derrubar a torre e espalhado as pessoas sobre a Terra com idiomas diferentes, para confundi-las. Por esse motivo, o relato é entendido hoje como uma tentativa dos antepassados de se explicar a existência de tantas línguas no mundo.12809625_1701492423465547_5300316093260672984_n

Na figura ao lado podemos observar o bem preservado zigurate de Ur (Templo da Lua), no Iraque. O Zigurate de Ur foi construído para o deus da lua, Nanna, entre os anos de 2113 e 2096 a.C., e é um dos que se conservam em melhor estado, graças a Nabucodonosor II, cujo reinado durou entre 605 – 562 a.C., que ordenou sua reconstrução depois que os acádios o destruíram.

  O templo consistia em sete pavimentos e o santuário ficava no terraço superior. Acredita-se que na reconstrução tentou-se copiar a famosa Torre de Babel, hoje destruída. O acesso ao último pavimento era feito por escadarias intermináveis e estreitas que rodeavam os muros.”


CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK. 

…Disseram uns aos outros: “Vamos fazer tijolos e queimá-los bem”. Usavam tijolos em lugar de pedras, e betume em vez de argamassa… (Genesis 11.3).

12321185_1701496760131780_2801676592346721494_n
 Parte do ziguarte contendo betume, como afirma a narrativa bíblica.

Posteriormente, arqueólogos descobriram que os tijolos eram primeiramente queimados e depois colados com betume, um tipo de argamassa da época.
O fato curioso é que a Bíblia relata exatamente a forma como os zigurates eram construídos, e é essa a mesma conclusão que chegaram os especialistas.

Não podemos, com isso, concluir que esse zigurate ou os diversos outros encontrados naquela região é de fato a Torre de Babel. Mas podemos ter certeza de que o relato bíblico é o único que descreve com clareza quando essas magníficas torres foram, porque foram e como foram levantadas.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s